Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Suicídio de ex-nora de Pinochet é confirmado no Chile

Santiago (Chile), 12 mar (EFE).- María Verónica Molina Carrasco, ex-nora do ditador chileno Augusto Pinochet, tirou sua própria vida mediante a ingestão de remédios, confirmaram nesta segunda-feira fontes do Serviço Médico Legal (SML).

O corpo da mulher, de 58 anos, foi encontrado por uma de suas netas no último sábado em sua casa no balneário de Santo Domingo, a cerca de 120 quilômetros de Santiago.

María Verónica, ex-mulher de Augusto Pinochet Hiriart, o filho mais velho do ditador, com quem teve cinco filhos, morreu por asfixia causada por uma intoxicação atribuída a ingestão de medicamentos, indicaram as fontes do SML.

A mulher se separou de Pinochet Hiriart na década de 1990 e o divórcio incluiu um incidente no qual disparou um tiro no ex-marido e lhe provocou uma fratura na perna.

Um dos filhos do casal, Augusto Pinochet Molina, foi expulso do Exército após pronunciar um discurso ácido durante o funeral de seu avô, em dezembro de 2006.

Em meio ao silêncio de sua família, o corpo de María Verónica foi velado no fim de semana em Santo Domingo, para ser transferido nesta segunda-feira ao cemitério Católico de Santiago, onde está prevista sua cremação. EFE