Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Strauss-Kahn e escritora passam por acareação

Por Joel Saget 29 set 2011, 09h02

A acareação entre o ex-diretor do FMI Dominique Strauss-Kahn e a escritora francesa Tristane Banon, que acusa o político de tentativa de estupro em 2003, chegou ao fim nesta quinta-feira na sede da polícia judicial de Paris.

Com um leve sorriso e sem fazer declarações, Strauss-Kahn deixou a Brigada de Repressão da Delinquência da Pessoa (BRDP) pouco depois das 11H30 (6H30 de Brasília). Ele passou duas horas e meia no local.

Banon, de 32 anos, solicitou a acareação como parte das investigações preliminares ordenadas pela promotoria após a denúncia apresentada em julho pela escritora.

A acareação aconteceu sem a presença dos advogados e na mesma sala, o que não é comum em casos de crimes sexuais.

O ex-diretor do Fundo Monetário Internacional (FMI), acusado em maio de tentativa de estupro por uma camareira de um hotel de NY, o que encerrou, no momento, sua carreira política, nega qualquer ato de violência contra Banon.

Durante um primeiro interrogatório em 12 de setembro, Strauss-Kahn admitiu que fez “avanços” sobre a jovem. Mas em uma entrevista, DSK afirmou que a versão dos fatos apresentada por Banon é “imaginária e caluniosa”.

Banon afirma que em fevereiro de 2003, em um apartamento de Paris no qual Strauss-Kahn complementava uma entrevista concedida dias antes na Assembleia Nacional, o político tentou estuprá-la.

Após a acareação, a promotoria tem três opções: declarar a prescrição dos fatos, arquivar a denúncia ou abrir uma processo a cargo de um juiz de instrução.

Banon afirmou que se a denúncia for arquivada, pretende apresentar uma ação na justiça civil.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)