Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Strauss-Kahn cumpre prisão domiciliar em casa de luxo

Nova residência do ex-chefe do FMI é avaliada em 14 milhões de dólares

A nova residência do ex-diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI) Dominique Strauss-Kahn, que cumpre prisão domiciliar após ter sido acusado de abuso sexual e tentativa de estupro, é uma casa avaliada em 14 milhões de dólares e com um aluguel de mais de 50.000 dólares no bairro nova-iorquino de Tribeca.

Os jornais americanos The New York Post e The Daily News deram destaque nesta quinta-feira ao valor da casa para a qual DSK, como é conhecido, foi transferido na quarta-feira. O político francês foi preso depois de que a camareira do hotel de Nova York em que estava hospedado o acusar de abuso sexual.

Em sua nova casa, Strauss-Kahn esperará o início do julgamento. A próxima audiência está marcada para 6 de junho. Os jornais nova-iorquinos lembram que há uma semana ele estava hospedado na prisão de Rikers Island, onde ocupava uma cela de apenas 12 metros quadrados.

Já sua nova casa tem ginásio, spa, bar e um espaço de 630 metros quadrados com todas as comodidades próprias desse tipo de residência, a poucos metros do restaurante japonês de Robert De Niro, ressaltaram. Também dispõe de uma grande sala com claraboia e chaminé, quatro quartos e cinco banheiros, além de uma espetacular cozinha equipada com as últimas novidades em eletrodomésticos.

Despesas – Após sair da prisão de Rikers Island, o ex-diretor-gerente do FMI passou cinco dias em um apartamento do sul de Manhattan, perto do marco zero, sob vigilância e carregando um bracelete eletrônico. As despesas de sua prisão domiciliar foram avaliadas em cerca de 200.000 dólares por mês, que são custeadas por sua mulher, a milionária jornalista Anne Sinclair.

Segundo o The New York Post, a casa onde está o político atraiu no ano passado celebridades como a atriz Cameron Diaz e o jogador de beisebol Alex Rodríguez. Localizada entre as ruas Varick e Hudson, o imóvel foi construído em 1915 e passou por uma reforma recentemente pelo arquiteto Leopoldo Rosati.

“Ontem à noite, Strauss-Kahn e sua mulher jantaram filetes e salada do (restaurante) Landmarc. Custou 242,79 dólares. Sua filha Camille assinou a conta e deu 25 dólares de gorjeta”, acrescentou o jornal.

(Com agência EFE)