Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Soldados chineses morrem em confronto com a Polícia após roubarem arma

Por Da Redação 10 nov 2011, 01h32

Pequim, 10 nov (EFE).- Três soldados do Exército de Libertação Popular da China (ELP) morreram em um tiroteio com policiais no nordeste da China, depois que os militares roubaram uma espingarda e 800 balas, informou nesta quinta-feira o jornal ‘South China Morning Post’.

Outro soldado e um policial ficaram feridos no tiroteio, em um raro confronto entre forças de segurança ocorrido na cidade de Yingkou, na província de Liaoning.

Os soldados, de entre 18 e 23 anos, haviam roubado a espingarda em uma base militar da província vizinha de Jilin na qual operavam, no começo da manhã de quarta-feira.

Ao saber do roubo, a Polícia da região emitiu um comunicado advertindo a população sobre a presença de quatro homens armados e pedindo a joalherias e bancos que aumentasse suas precauções.

O soldado ferido pode ser condenado à morte, já que na China o roubo de armas é um delito que pode ser punido com a pena capital, destacou um analista militar ao ‘South China Morning Post’. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade