Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Sobe para nove número de mortos em atentado em Nairóbi, no Quênia

Por Da Redação 13 mar 2012, 14h37

Nairóbi, 13 mar (EFE).- O número de vítimas fatais do atentado cometido neste sábado em Nairóbi, capital do Quênia, chegou a nove após duas pessoas morrerem nesta terça-feira num hospital devido aos ferimentos sofridos no ataque, informou a Cruz Vermelha do país.

Segundo informou a Cruz Vermelha em sua conta de Twitter, 43 dos mais de 60 feridos no ataque seguem ainda internados no Hospital Nacional Kenyatta, na capital queniana.

Das nove vítimas fatais, três perderam a vida no hospital (duas pessoas hoje e uma ontem).

A polícia do Quênia deteve quatro pessoas, entre eles três adolescentes, suspeitas de serem os autores do ataque com granadas realizado no entorno de uma estação de ônibus em Nairóbi, mas as libertou ontem sem nenhuma acusação.

Entre eles se destaca Sylvester Opiyo, um homem que já foi detido em dezembro de 2011 suspeito de ser membro da milícia radical islâmica Al Shabab e de planejar um atentado em Nairóbi. Na ocasião, Opiyo também foi libertado pouco tempo depois.

O governo do Quênia assegura que as primeiras suspeitas sobre a autoria do atentado recaem sobre a Al Shabab, embora a milícia negue responsabilidade no ato terrorista.

O ataque é o terceiro que ocorre em Nairóbi desde que o exército queniano iniciou em 15 de outubro do ano passado uma ofensiva na Somália contra a Al Shabab, grupo que o Quênia acusa de vários sequestros cometidos em seu território em 2011.

A milícia, que recentemente anunciou sua adesão à rede terrorista Al Qaeda, ameaçou várias vezes atacar a população do Quênia como represália.

O atentado do sábado é o pior cometido em Nairóbi desde 1998, quando a rede terrorista Al Qaeda realizou um ataque contra a Embaixada dos Estados Unidos que deixou 213 mortos e cinco mil feridos. EFE

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)