Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Sobe para 52 número de mortos em mina da Rússia

Incêndio já é considerado o pior desastre de mineração da Rússia da década

Por Da Redação 25 nov 2021, 20h33

Subiu para 52 o número de vítimas do pior desastre de mineração da Rússia em uma década. O incêndio, que começou quando pó de carvão em um duto de ventilação pegou fogo, destruiu uma grande mina de carvão, nesta quinta-feira, 25. 

A mina está localizada na cidade russa de Kemerovo, a 3.500 quilômetros de Moscou. 

A maioria das 285 pessoas na mina Listvyazhnaya conseguiu escapar imediatamente, mas operações de resgate estavam sendo realizadas para encontrar os desaparecidos. A busca se transformou em tragédia maior ainda depois que vários resgatados sufocaram. 

A operação teve que ser suspensa após registrarem níveis de metano perigosamente altos, que podiam causar novas explosões. Uma das equipes de resgate não conseguiu sair da mina a tempo. 

As autoridades locais informaram que 49 pessoas foram levadas ao hospital com ferimentos. Algumas estão envenenados por fumaça e quatro estão em estado crítico.

Três pessoas, incluindo o diretor da mina, foram presas por alegadas falhas de segurança, de acordo com a Reuters.

Em 2004, outro acidente semelhante aconteceu na mesma mina, matando 13 pessoas. 

Continua após a publicidade

Publicidade