Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sobe para 44 o número de mortos em explosão de oleoduto na China

Acidente ocorreu nesta sexta-feira na cidade costeira de Qingdao, no leste do país, quando operários reparavam um vazamento

Pelo menos 44 pessoas morreram e outras 135 ficaram feridas na explosão de um oleoduto na cidade litorânea de Qingdao, no leste da China, informaram autoridades oficiais do país à agência de notícias Xinhua neste sábado. O governo local descartou que se trate de um ataque orquestrado.

A explosão aconteceu nesta sexta-feira por volta das 10h30 locais (0h30 no horário de Brasília), quando alguns operários trabalhavam para reparar um vazamento no oleoduto que tinha ocorrido durante a madrugada. A Administração Estatal para a Segurança enviou uma equipe de trabalho ao local da catástrofe para ajudar os grupos de resgate.

O presidente da China, Xi Jinping, pediu o “máximo esforço” na busca por sobreviventes, e também exigiu que as autoridades locais “não retrocedam em seus esforços para resgatar os feridos, descobrir as causas do acidente e reforçar a segurança”.

O oleoduto de Qingdao é propriedade da maior petrolífera chinesa, a Sinopec. A explosão destruiu uma estrada próxima, espalhou restos de cimento e outros materiais por vários metros e estilhaçou os vidros de vários automóveis próximos. De acordo com a agência Xinhua, alguns moradores próximos à explosão foram retirados de suas casas devido ao risco de um segundo acidente. O governo local pediu calma aos moradores de áreas vizinhas a do oleoduto, garantindo que, por enquanto, não há indícios de que o acidente tenha causado contaminação na região.

(Com EFE)