Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sobe para 17 número de funcionários da ONU mortos no Haiti

Subiu para 17 o número de colaboradores da Organização das Nações Unidas (ONU) mortos pelo terremoto que devastou o Haiti na terça-feira. Além dos 16 militares estrangeiros que haviam sido confirmados pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, o chefe das missões de paz da organização, Alan Le Roy, disse que foi encontrado o corpo de um haitiano que trabalhava como funcionário civil das Nações Unidas.

Estima-se que o total de trabalhadores da organização feridos ultrapasse os 150. Sete pessoas que foram resgatadas dos escombros em estado grave já foram retiradas do país para receber atendimento médico. “O quadro que estamos passando até o momento é o de mortes já confirmadas. Obviamente, o número de vítimas fatais que trabalhavam para a ONU será muito maior”, disse Le Roy.

Entre os mortos estaria também o chefe da missão da ONU no Haiti, Hedi Annabi, segundo o presidente do país, René Préval. “O embaixador Annabi morreu. Enviamos nossas condolências a toda a comunidade internacional”, disse Préval na quarta-feira. Ban Ki-Moon, porém, não confirmou a informação.

Segundo Le Roy, 10 pessoas foram retiradas com vida dos escombros do prédio de cinco andares que abrigava os trabalhadores das Nações Unidas na quarta-feira. O edifício ruiu com o tremor de 7 graus que atingiu o país.