Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Seul anuncia novas negociações entre as Coreias

Países vão aproveitar encontro de famílias separadas pela guerra, entre 20 e 25 de fevereiro, para um encontro entre delegações de Seul e Pyongyang

Por Da Redação 11 fev 2014, 09h21

Representantes da Coreia do Norte e da Coreia do Sul devem se reunir a partir de quarta-feira, anunciou nesta terça-feira o ministério da Unificação sul-coreano, antes da retomada das reuniões das famílias separadas pela guerra da Coreia, há 60 anos. O encontro acontecerá na cidade de fronteira de Panmunjom, local frequente de reuniões entre as delegações dos dois países, disse o porta-voz do ministério, Kim Eui-do. “Nenhuma agenda foi definida antes desta reunião”, disse o porta-voz. “Mas esperamos um diálogo abrangente sobre o bom funcionamento das reuniões familiares, mantendo os encontros em uma base regular, e em outras áreas importantes de interesse comum”, completou Kim Eui-do.

Leia também

Bae diz temer por sua saúde em prisão na Coreia do Norte

Coreias chegam a acordo para reunir famílias separadas pela guerra

Em carta aberta, Coreia do Norte pede clima de paz com Sul

Os encontros, que reúnem irmãos, filhos e pais separados há mais de 60 anos, foram suspensos há três anos em consequência do aumento da tensão na península coreana. As reuniões previstas para setembro do ano passado foram anuladas no último momento por Pyongyang. As reuniões contam com a participação de cerca de 200 pessoas – 100 de cada país – e estão programadas para ocorrer entre 20 de fevereiro e 25 em um resort ao lado Norte da fronteira fortemente militarizada.

No entanto, segundo analistas ouvidos pela agência France-Presse, há risco das próximas reuniões serem canceladas. Os comentaristas lembram que no fim de fevereiro acontecerão os exercícios militares conjuntos dos EUA e Coreia do Sul, que Pyongyang criticou por considerá-los um teste para uma invasão do país. Seul e Washington rejeitaram os apelos da Coreia do Norte para cancelar os treinamentos militares conjuntos.

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade

Publicidade