Clique e assine a partir de 9,90/mês

Serviço secreto alemão espionou de forma sistemática os aliados

A revista alemã Der Spiegel revelou que foram vigiados ministérios, embaixadas e ONGs de vários países

Por Da Redação - 7 Nov 2015, 11h45

O serviço secreto alemão espionou de maneira sistemática os países aliados e diversas organizações, afirma a revista Der Spiegel. “O Serviço de Inteligência Externa da Alemanha (BND) vigiou sistematicamente ‘amigos’ em todo o mundo, entre eles os ministérios do Interior dos Estados Unidos, Polônia, Áustria, Dinamarca e Croácia”.

A Der Spiegel revelou também que o serviço secreto alemão espionou várias embaixadas no país, incluindo as dos Estados Unidos, França, Reino Unido, Espanha, Suécia, Grécia, Portugal, Itália, Áustria, Suíça e Vaticano.

Além disso, o BND espionou a delegação americana na União Europeia, em Bruxelas, e o Tesouro dos Estados Unidos. O mesmo aconteceu com ONGs como a Oxfam ou o Comitê Internacional da Cruz Vermelha em Genebra.

As revelações são especialmente incômodas quando se recorda que Berlim protestou em 2013 ao saber que Washington havia espionado o governo alemão, incluindo um grampo do telefone celular da chanceler Angela Merkel.

Continua após a publicidade

(com AFP)

Publicidade