Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Série de atentados em Bagdá deixa ao menos 11 mortos

(Atualiza com novos atentados e vítimas).

Bagdá, 24 jan (EFE).- Pelo menos 11 pessoas morreram e outras 76 ficaram feridas nesta terça-feira em uma série de atentados em diferentes bairros de Bagdá e nos arredores da capital iraquiana, em sua maioria de predomínio xiita, informou à Agência Efe uma fonte policial.

Pelo menos sete pessoas perderam a vida e outras 35 ficaram feridas pela explosão consecutiva de dois carros-bomba no distrito de Cidade de Sadr, no leste da capital, acrescentou a fonte.

Um veículo explodiu na Praça de Masfar, à entrada da Cidade de Sadr e lugar habitual de concentração dos seguidores do bloco político al-Sadr, leal ao clérigo radical xiita Moqtada al-Sadr, e o outro no centro deste distrito.

No bairro de Al-Hurriya, também de maioria xiita e no noroeste de Bagdá, a detonação de um carro-bomba matou um civil e feriu outros 13.

Além disso, pelo menos duas pessoas perderam a vida e outras 18 ficaram feridas no distrito de Al Shoala, com predomínio de xiitas, no noroeste da cidade, pela explosão de outro veículo carregado com explosivos.

A fonte acrescentou que pelo menos um policial pereceu, e sua mulher e três filhos ficaram feridos no ataque de um grupo armado que colocou vários artefatos ao redor de sua casa, em Abu Ghraib, 25 quilômetros ao oeste de Bagdá.

Além disso, seis civis sofreram ferimentos pela explosão de uma bomba perto da ponte de Adhamiya, na capital, em uma área de maioria sunita.

A partir do último mês, o Iraque experimentou o recrudescimento da violência, coincidindo com a retirada do Exército americano no mês passado e com uma ordem de detenção contra o vice-presidente do país, Tareq al-Hashemi, por suposto terrorismo.

A maioria dos atentados teve como alvo a população xiita. EFE