Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ser presidente na América Latina causa danos à saúde

Em 6 meses no cargo, Macri esteve internado em três ocasiões. E ele não foi o único latino-americano a enfrentar problemas de saúde durante sua gestão

Na última quinta-feira, o presidente argentino, Mauricio Macri, foi submetido a uma cirurgia para tratar uma lesão no joelho. Ele se machucou enquanto jogava paddle, esporte similar ao tênis, na residência presidencial de Olivos. Essa foi a terceira internação do líder argentino desde que assumiu o cargo, há cerca de seis meses.

Os episódios, no entanto, parecem ser uma constante da Presidência argentina, uma vez que ao menos quatro líderes recentes do país apresentaram problemas de saúde em algum momento de sua gestão. No âmbito latino-americano, as cifras são ainda mais assustadoras: ao menos seis presidentes foram diagnosticados com câncer nos últimos anos.

Leia também:

Oposição venezuelana supera número de assinaturas exigidas para referendo

Governo e Farc anunciam acordo de “cessar-fogo definitivo”

Evo Morales tem uma ideia: substituir o calendário gregoriano

(Com Ansa)