Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sequestrador e refém são mortos em banco nos EUA

Atirador manteve reféns em agência bancária de Louisiana durante 12 horas

A polícia dos Estados Unidos invadiu um banco rural no estado de Louisiana na madrugada desta quarta-feira e matou um homem armado que havia atirado em dois reféns, um dos quais morreu mais tarde. O outro refém está em estado crítico.

Em um final dramático para um impasse que durou 12 horas, o porta-voz da Polícia Estadual, Albert Paxton, disse que os policiais entraram no banco na pequena cidade de St. Joseph logo após a meia-noite porque o atirador estava ameaçando matar um ou ambos os reféns.

Leia também:

Leia também: Homem que diz ser da Al Qaeda faz reféns em Toulouse

O homem, identificado como o jovem de 20 anos Fuaed Abdo Ahmed, disparou contra os dois reféns quando a polícia invadiu o local. Policiais então abriram fogo e o mataram, disse Paxton. “Ele estava com raiva e queria matar os reféns”, afirmou Paxton.

O atirador inicialmente fez três funcionários do banco como reféns, mas libertou uma mulher depois de várias horas. Ahmed sofria de esquizofrenia paranóide e queixava-se de ouvir vozes, segundo a polícia.

Ahmed nasceu na Califórnia filho de pais iemenitas. A polícia disse que não havia nenhuma indicação de qualquer ligação entre o incidente com as recentes ameaças de ataques contra os Estados Unidos provenientes do Iêmen.

(Com agência Reuters)