Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Senado paraguaio rejeita incorporação da Venezuela ao Mercosul

Por Da Redação
5 jul 2012, 17h03

Assunção, 5 jul (EFE).- O Senado do Paraguai rejeitou nesta quinta-feira todas as resoluções adotadas na última cúpula do Mercosul, que aprovou a suspensão do país até 2013 e a adesão iminente da Venezuela ao bloco.

A câmara alta do Parlamento paraguaio expressou essa postura mediante um projeto de declaração que foi aprovado em sua sessão semanal e por meio do qual estabeleceu uma postura similar à adotada pelo governo do novo presidente, Federico Franco.

Os legisladores pediram formalmente ao Executivo a retirada do embaixador paraguaio credenciado na Venezuela e a expulsão dos adidos militares venezuelanos em Assunção, medidas que, no entanto, já foram tramitadas pela Chancelaria na quarta-feira.

Na declaração, os senadores consideraram que a decisão de suspender o Paraguai do Mercosul, do qual é membro fundador, é ‘ilegal, ilegítima e violadora do devido processo legal’. Além disso, rejeitaram a incorporação da Venezuela como membro pleno do bloco sem contar com a unanimidade de todos os Estados-membros, segundo informações da agência pública de notícias ‘IP’.

Continua após a publicidade

Essa postura surge no mesmo dia em que a Câmara dos Deputados paraguaia aprovou um pedido ao governo para ter acesso às cópias do Protocolo de Ushuaia II e aos documentos que credenciam a entrada da Venezuela ao Mercosul com o objetivo de rechaçá-los, revelou à Agência Efe uma fonte do Legislativo.

Protocolo de Ushuaia II é como se conhece o Protocolo de Montevidéu sobre Compromisso com a Democracia no Mercosul, que foi aprovado pelos governos do bloco em 20 de dezembro de 2011, mas que segue pendente de análise no Parlamento paraguaio. O texto prevê intervenção externa caso uma democracia do Mercosul esteja em perigo. EFE

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.