Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Segunda onda de coronavírus pode ser ainda pior nos Estados Unidos

Diretor dos Centros de Controle e Prevenção de Doença (CDC) teme que temporada de gripe agrave situação do surto de Covid-19 no país

Por Da Redação Atualizado em 22 abr 2020, 09h57 - Publicado em 22 abr 2020, 09h37

Uma segunda onda de coronavírus nos Estados Unidos pode ser ainda mais desastrosa porque provavelmente coincidiria com a temporada de gripe, afirmou Robert Redfield, diretor dos Centros de Controle e Prevenção de Doença (CDC), em entrevista na terça-feira 21. Redfield pediu aos americanos que se preparem nos próximos meses e que tomem a vacina contra a gripe.

“Existe a possibilidade de que o ataque do vírus em nossa nação no próximo inverno seja realmente mais difícil do que o que acabamos de atravessar”, declarou Redfield em uma entrevista ao jornal The Washington Post. “Nós teremos a epidemia de gripe e a epidemia de coronavírus ao mesmo tempo”, completou. O inverno americano vai do fim de dezembro até o fim de março.

Os Estados Unidos registram mais de 820.000 casos de Covid-19 desde o início da pandemia, de acordo com o balanço da Universidade Johns Hopkins, com quase 45.000 mortes, o maior número para um país. Bilhões de pessoas no mundo receberam a ordem de permanecer em suas casas nas últimas semanas para tentar evitar o colapso dos sistemas de saúde por uma propagação em larga escala do vírus, altamente contagioso.

  • Como em muitos outros países, as autoridades americanas encontram dificuldades para garantir o número suficiente de respiradores para os pacientes e equipamentos de proteção para os profissionais da saúde. Redfield disse que o vírus chegou aos Estados Unidos justamente quando a temporada de gripe, que por si só pode aumentar a pressão sobre centros de saúde, estava se dissipando.

    Se as duas doenças tivessem atingido o pico ao mesmo tempo, afirmou ao Post, “poderia ter sido muito, muito, muito difícil” para o sistema de saúde administrar. Tomar a vacina contra a gripe “pode permitir que exista uma cama de hospital disponível para sua mãe ou avó, caso elas sejam infectadas com o coronavírus”.

    ASSINE VEJA

    Covid-19: Sem Mandetta, Bolsonaro faz mudança de risco nos planos A perigosa nova direção do governo no combate ao coronavírus, as lições dos recuperados e o corrida por testes. Leia na edição desta semana.
    Clique e Assine

    (Com AFP)

    Continua após a publicidade
    Publicidade