Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

‘Seal Team 6’: o grupo de elite secreto que deu cabo de Osama bin Laden

Secreto, furtivo, rápido e mortal. Assim é definido o grupo de agentes de elite da marinha americana que invadiu o refúgio do terrorista mais procurado dos Estados Unidos e em 40 minutos trouxe justiça ao povo americano

Por Da Redação 2 Maio 2011, 19h26

Osama bin Laden não foi morto por qualquer grupo de militares. Para dar cabo do maior inimigo dos Estados Unidos o governo americano acionou uma força especial de elite chamada informalmente de Seal Team 6. Oficialmente, o time integra o Naval Special Warfare Development Group, de acordo com a revista semanal americana National Journal. Na verdade, oficialmente o Team 6 nem existe.

Seal é uma ramificação da marinha especializada em missões de precisão. Os agentes entram e saem rapidamente do teatro de operações para realizar tarefas como recolhimento de inteligência, destruição de alvos específicos e resgates. O Team 6 é uma espécie de ‘melhores dos melhores’ das forças Seal. Seus membros são chamados de black operatives. A definição indica que eles existem fora do protocolo militar e cuidam de missões do mais alto nível secreto. Atuam, muitas vezes, fora dos limites das leis internacionais, em missões não documentadas, de forma a facilitar que as autoridades neguem sua existência. O fato de o governo americano ter revelado sua atuação nesse caso para a imprensa do mundo inteiro mostra como a publicidade sobre a morte de bin Laden é importante para os Estados Unidos.

A criação do Team 6 foi uma resposta direta ao fiasco na Crise dos Reféns no Irã. Em 1979, logo após a deposição do xá Rezah Pahlevi, radicais islâmicos invadiram a embaixada americana em Teerã e fizeram 52 reféns. A Delta Force, grupo de elite do exército americano, tentou resgatar os diplomatas em 1980, mas fracassou. O episódio mostrou que era necessária a formação de uma equipe contra terroristas capaz de operar com o máximo de discrição. A equipe recebeu o nome de Team 6 para confundir a inteligência soviética sobre o número de equipes Seal ativos na época – na ocasião, apenas 3 existiam.

Os melhores agentes das unidades Seal eram selecionados e recebiam treinamento ainda mais intenso para participar do grupo secreto. De acordo com o National Journal, o Team 6 criou uma réplica em tamanho real da mansão de Bin Laden e seus agentes praticaram táticas de combate no local desde o início de abril, em preparação para a invasão.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)