Clique e assine a partir de 9,90/mês

Savile cometeu abusos contra 500 menores, diz relatório

Investigação policial concluiu que apresentador da BBC estuprou 28 crianças

Por Da Redação - 11 jan 2013, 08h52

Jimmy Savile, ex-apresentador da rede britânica BBC, abusou durante seis décadas de 500 menores, entre eles crianças de dez anos, revelou nesta sexta-feira um relatório policial. Com base em declarações de várias vítimas, a Polícia Metropolitana de Londres e a Sociedade Nacional para a Proteção das crianças (NSPCC, na sigla em inglês), concluíram a investigação sobre os abusos e anunciaram nesta sexta-feira o relatório.

Leia também:

Leia também: Apresentador de TV britânica é preso por abuso sexual

Entenda o caso

Continua após a publicidade
  1. • Por décadas, o excêntrico apresentador de rádio e televisão Jimmy Savile foi uma das figuras mais queridas da rede BBC. Ele morreu em outubro de 2011, com 84 anos.
  2. • Um ano depois, a polícia britânica abriu uma investigação sobre ele, após centenas de denúncias de abusos sexuais – em sua maioria contra adolescentes e mulheres.
  3. • A BBC é acusada de ter acobertado o escândalo, e o diretor-geral da emissora, George Entwistle, está sendo duramente criticado por sua conduta diante da crise.

Savile, morto em outubro de 2011 aos 84 anos, foi um ídolo da televisão entre as décadas de 70 a 90, mas as revelações sobre seus abusos foram revelados no ano passado e causaram um grande escândalo na Grã-Bretanha. Segundo o documento policial, o ex-apresentador foi um pedófilo que durante décadas abusou de menores em diferentes instituições, entre elas hospitais, prisões e na própria BBC. Além de ter abusado de 500 menores, Savile teria estuprado 34 vítimas, 28 delas crianças, segundo a polícia.

O advogado Trevor Sterling, que representa 45 vítimas de Savile, disse que as pessoas afetadas “passaram por momentos muito difíceis porque tudo isto foi revelado”. O relatório também admite que a polícia e outros organismos, como os serviços de saúde, não atuaram como deveriam perante a situação pela qual as vítimas atravessaram.

Denúncias – Sete pessoas chegaram a denunciar os abusos sexuais à polícia quando o apresentador estava vivo, mas ele nunca chegou a ser processado. A Procuradoria britânica pediu desculpas publicamente pela forma como lidou com o caso.

O relatório ainda detalha com precisão a escala dos crimes de Savile. Ele abusou de crianças em 13 hospitais diferentes no país. A mais jovem vítima do apresentador foi um menino de oito anos de idade, e a mais velha tinha 47 anos. A primeira denúncia de abuso ocorreu em 1955, e a última em 2009. Cerca de 73% das vítimas eram menores de idade, e a maioria tinha entre 13 e 16 anos.

Continua após a publicidade

Em um comunicado, a polícia londrina descreveu Savile como um “agressor sexual predatório e engenhoso”, e disse que a escala de seus crimes não tem precedentes na Grã-Bretanha. “Savile foi capaz, através de seu status de celebridade, de esconder em plena vista abusos de crianças e adultos durante seis décadas”, afirmou.

(Com agência EFE)

Publicidade