Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sarkozy antecipa a retirada de suas tropas do Afeganistão

A missão francesa será encerrada até o final de 2013, um ano antes do previsto

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, anunciou nesta sexta-feira que a retirada das tropas francesas mobilizadas no Afeganistão será encerrada até o final de 2013, um ano antes do previsto. O anúncio foi feito após Sarkozy se reunir durante meia hora com o líder afegão, Hamid Karzai, no Palácio do Eliseu – sede da Presidência francesa.

Há uma semana, Sarkozy ameaçou retirar as tropas do Afeganistão e suspendeu as operações de treinamento depois que um soldado afegão matou quatro militares franceses, um mês depois do falecimento de outros dois em condições idênticas. No dia seguinte, porém, a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, e o chanceler francês, Alain Juppé, decidiram “trabalhar de forma conjunta” a fim de garantir o prosseguimento da missão internacional no Afeganistão.

Estados Unidos – Em meados de dezembro do ano passado, Karzai afirmou que seu governo negocia um acordo com os Estados Unidos que inclui sua presença militar a longo prazo. À ocasião, Washington se programava para retirar 10.000 soldados do Afeganistão em 2011 e outros 23.000 até setembro de 2012.

N última quinta-feira, o Pentágono anunciou que prevê reduzir em 13% os efetivos do exército, passando de 570.000 para 490.000 soldados, como parte de um corte de 9% no orçamento para 2013. Do orçamento proposto de 613 bilhões de dólares (frente aos 671 bilhões do ano em curso), 88,4 bilhões seriam destinados a operações de combate, principalmente no Afeganistão.

(Com agência EFE)