Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Sargento de armas vira herói em dia trágico no Canadá

Kevin Vickers ganhou a gratidão de políticos ao ser apontado como o responsável por matar atirador que levou pânico ao Parlamento

Por Da Redação 22 out 2014, 20h41

Kevin Vickers tem uma função em grande medida cerimonial no Parlamento do Canadá, na função de sargento de armas. Nesta quarta-feira, no entanto, ele foi chamado de herói por vários parlamentares que o apontaram como o responsável por matar o atirador que invadiu o local.

“Graças a Deus pelo sargento de armas Kevin Vickers”, publicou o ministro da Justiça Peter MacKay em sua conta no Twitter. “Os parlamentares e funcionários da Casa devem sua segurança, e até as suas vidas, a Kevin Vickers”, postou o parlamentar Craig Scott. “Estou seguro e profundamente grato a Kevin Vickers e a nossas forças de segurança por nos manterem a salvo”, afirmou Julian Fantino, responsável pelo Ministério que cuida dos interesses de veteranos.

Reinaldo Azevedo: Suspeito principal: Estado Islâmico

A empresária Martha Hall Findlay, ex-membro do Parlamento, também parabenizou Vickers por meio de mensagem no Twitter: “Muito triste pela família do soldado morto. Muito orgulhosa de Kevin Vickers. Extremamente irritada. Muito preocupada com o que isso significa”.

Leia também:

Vídeos capturam momento dos disparos no Parlamento

Continua após a publicidade

Obama condena ataques no Canadá e oferece ajuda

O ex-policial de 58 anos tem experiência em garantir a segurança de autoridades, incluindo membros da família real. Ele trabalha na Câmara há oito anos. Natural de Miramichi, na província de Nova Brunswick, ele também supervisiona a vigilância de todos os prédios parlamentares.

O irmão de Vickers, John, declarou à rede CBC que logo após atirar no suspeito, o policial legislativo telefonou para sua mãe e disse que estava bem. “Estou muito orgulhoso. Ele é uma pessoa muito inteligente e responsável. É um camarada comprometido com as pessoas, mas você não vai querer mexer com ele. Todos os garotos da redondeza vão ficar muito orgulhosos ao saber o que ele fez hoje”, afirmou John.

Leia mais:

Canadá eleva alerta terrorista para ‘médio’

Soldado canadense morre após ser atropelado por radical islâmico

Suspeito – A polícia canadense está investigando um homem identificado como Michael Zehaf-Bibeau que seria o responsável pelo atentado. Segundo a imprensa do país, ele já era conhecido pelas autoridades. Fontes dos Estados Unidos afirmaram terem sido advertidas de que o atirador era um canadense convertido ao islã.

Continua após a publicidade
Publicidade