Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Salário de Cristina Kirchner dobrou em relação ao que recebia em 2010

Por Da Redação 22 mar 2012, 15h08

Buenos Aires, 22 mar (EFE).- A presidente argentina, Cristina Kirchner, tem um salário mensal bruto de 48.934 pesos (pouco mais de R$ 20 mil), o dobro que recebia há dois anos, informou nesta quinta-feira a Secretaria Geral da Presidência.

Seu salário líquido é de 30.991,28 pesos (quase R$ 13 mil), depois de descontados os impostos, a aposentadoria e o seguro social.

Em 2009, a governante tinha um salário bruto de 24.299 pesos (pouco mais de R$ 10 mil), menos da metade que recebe atualmente.

A chefe de Estado, no entanto, tem um salário líquido menor que o de alguns dos membros de seu Gabinete, como o ministro da Agricultura, Norberto Jaouhar, que no último mês de janeiro recebeu 32.800 pesos, ou o do Planejamento, Julio de Vido, que ganhou 31.598 pesos.

Em dezembro do ano passado, o vice-presidente argentino, Amado Boudou, e o presidente da Câmara dos Deputados, o governista Julián Domínguez, aprovaram um polêmico aumento de 100% nos salários dos deputados e senadores.

No início deste ano, um grupo de legisladores da oposição havia apresentado um pedido para que o governo divulgasse os salários dos membros do Gabinete, disseram fontes partidárias. EFE

Continua após a publicidade

Publicidade