Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Saiba quais são as cidades mais caras para se trabalhar no exterior

Pesquisa analisou mais de 200 cidades para listar as mais custosas para estrangeiros viverem; Asgabate, capital do Turcomenistão, lidera ranking

Por Eduarda Gomes Atualizado em 23 jun 2021, 20h14 - Publicado em 23 jun 2021, 20h12

Viver e trabalhar no exterior é o sonho de muitos brasileiros, mas a experiência pode sair caro. Uma nova pesquisa analisou mais de 200 cidades do mundo para listar as mais custosas para estrangeiros viverem, como Asgabate, a capital do Turcomenistão, que lidera o ranking.

A pesquisa da consultoria Mercer comparou despesas como moradia, transporte, alimentação e entretenimento em 209 cidades do mundo. A lista, segundo a empresa, foi montada para ajudar empresas e governos a determinarem quanto deveriam pagar para funcionários que atuam no exterior.

Em segundo lugar, atrás de Asgabate, está Hong Kong, seguida de Beirute e Tóquio. Geralmente, grandes centros urbanos ficam no Top 10 da lista, mas a crise financeira em Asgabate justificaria a sua liderança esse ano. Segundo a Mercer, a escassez de alimentos e a hiperinflação são as causas do custo de vida elevado.

Beirute também está em uma situação parecida. A crise financeira, que ficou mais grave com a pandemia do coronavírus e a explosão do Porto de Beirute, em agosto do ano passado, fez a cidade sair da 45ª posição em 2020 para a 3ª em 2021.

A Mercer aponta também que a valorização do euro em relação ao dólar americano fez com que cidades europeias subissem de categoria, como Paris, que foi do 50º lugar no passado para o 33º esse ano. Isso fez também com que a cidade de Nova York deixasse a lista das 10 cidades mais caras, passando para a 14ª colocação.

Continua após a publicidade

Da quinta a décima posição estão Zurique, Xangai, Singapura, Genebra, Pequim e Berna, consecutivamente.

O Brasil só aparece na 177ª categoria, com São Paulo sendo a cidade mais cara do país. A segunda mais cara é o Rio de Janeiro, no 191º lugar. O local mais barato para os trabalhadores estrangeiros é Bishkek, no Quirguistão, que ocupou a última posição das 209 cidades.

 

Veja abaixo o ranking completo das 10 cidades mais caras para trabalhadores estrangeiros:

1. Asgabate, Turcomenistão
2. Hong Kong
3. Beirute, Líbano
4. Tóquio, Japão
5. Zurique, Suíça
6. Xangai, China
7. Cingapura
8. Genebra, Suíça
9. Pequim, China
10. Berna, Suíça

Continua após a publicidade
Publicidade