Clique e assine a partir de 8,90/mês

Saiba o que aconteceu com o menino sírio da ambulância

Omran Daqneesh está bem e se divertindo com seus brinquedos novos. O irmão mais velho morreu e a mãe continua em situação crítica, em Aleppo, na Síria

Por Luiza Queiroz - Atualizado em 26 ago 2016, 19h04 - Publicado em 26 ago 2016, 18h50

O menino Omran Daqneesh, de apenas 4 anos, que foi salvo depois que a casa de sua família foi bombardeada em Aleppo, na Síria, está passando bem e se divertindo com seus brinquedos novos.

O irmão mais velho, de 11 anos, morreu dos ferimentos provocados pelo bombardeio. Sua mãe continua no hospital em situação crítica. O pai e os outros dois irmãos, de 1 e 6 anos, estão bem.

LEIA TAMBÉM:
Assad diz estar determinado a reconquistar a Síria
Conflito na Síria completa 5 anos, relembre os principais fatos
ESPECIAL: O apocalipse do Estado Islâmico

Com medo de represálias do governo, o pai do menino não tem permitido que jornalistas façam fotos dele.

“Omran está vivendo com sua família em uma casa na região leste da cidade de Aleppo, que continua sob cerco das forças do governo”, disse a VEJA Lobna Hassairi, gerente de comunicação da Sociedade Médica Sírio-Americana, que tem mantido contato com a família e com os médicos.

Continua após a publicidade
Publicidade