Clique e assine a partir de 9,90/mês

Rússia usa drones para monitorar zona de conflito, diz Ucrânia

Exército ucraniano afirma ter abatido duas aeronaves não-tripuladas russas no leste do país este mês

Por Da Redação - 21 Maio 2015, 17h41

A Rússia está usando drones de tecnologia avançada para monitorar a zona de conflito no leste da Ucrânia. A informação, divulgada pelo jornal The Guardian, é do Exército ucraniano, que afirma ter abatido duas aeronaves não-tripuladas russas este mês. No início da semana, dois soldados russos teriam sido capturados na região.

Leia também

Alemanha descarta retorno da Rússia ao G8 por crise na Ucrânia

Kerry e Putin mudam o tom, mas mantêm divergências sobre a Ucrânia

O primeiro drone foi derrubado próximo a Luhansk, no leste do país, em 8 de maio. Durante dois dias, tropas ucranianas lutaram para recuperar os destroços na zona de conflito. “Sabíamos que havíamos atingido algo importante pela forma como tentaram nos impedir de chegar aos destroços”, disse Natan Chazin, comandante da unidade, ao Guardian. Dias depois, um novo drone foi abatido.

Especialistas analisaram os materiais recuperados e concluíram se tratar de drones de tecnologia avançada, pertencentes às Forças Armadas russas.

Esta semana, o presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, disse, em entrevista à BBC, que o país trava contra a Rússia. “Esta não é uma luta contra grupos separatistas apoiados pela Rússia, esta é uma guerra de verdade contra a Rússia”. O Kremlin nega tanto a participação direta como o apoio financeiro e militar a separatistas no conflito iniciado em abril do ano passado.

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade