Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rússia elogia cúpula entre Kim e Trump, mas quer analisar acordo

Para o chanceler russo, Sergei Lavrov, "o simples fato de os líderes de EUA e Coreia do Norte terem se reunido já é positivo"

A Rússia avaliou como “positiva” a cúpula realizada nesta terça-feira, 12, em Singapura entre o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un.

“O simples fato de os líderes de EUA e Coreia do Norte terem se reunido já é positivo”, disse o ministro de Relações Exteriores do governo de Vladimir Putin, Sergei Lavrov.

O chanceler, no entanto, afirmou a jornalistas que ainda não viu os documentos assinados no encontro. “Como os senhores, vimos pela televisão e ouvimos as declarações das duas partes”, disse.

O vice-ministro de Relações Exteriores russo, Sergei Riabkov, também elogiou o encontro, e classificou o encontro entre o presidente americano e o ditador norte-coreano como um “importante passo”. Riabkov ponderou, contudo, que o “diabo está nos detalhes” e que é preciso entender o acordo profundamente antes de comentá-lo.

Apesar das ressalvas, o vice-ministro disse que a Rússia está disposta a apoiar um acordo para solucionar a crise nuclear na península coreana e para destravar a cooperação com Pyongyang.