Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rússia diz que caça turco derrubado violou espaço aéreo da Síria

Moscou, 2 jul (EFE).- A Rússia dispõe de provas objetivas que mostram que o caça turco F-4 derrubado em 22 de junho pela Síria violou o espaço aéreo do país árabe, afirmou nesta segunda-feira à agência ‘Interfax’ uma fonte diplomático-militar do Kremlin.

‘Temos dados precisos sobre a localização exata do avião das Forças Aéreas turcas até o momento em que foi derrubado pela defesa antiaérea da Síria’, disse a fonte.

O militar declarou que ‘esses dados referendam inequivocamente o fato de que o avião violou o espaço aéreo da Síria’, acrescentou a fonte.

A Rússia, segundo a fonte, ‘tem seus interesses na Síria’, por isso realiza de forma habitual acompanhamento e vigilância do espaço aéreo sírio.

‘As capacidades de nossas forças aéreas nos permitem verificar e analisar informações deste tipo’, explicou.

Durante a conferência internacional de paz sobre a Síria realizada no sábado em Genebra, o ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, disse que seu país conta com informações sobre o incidente que provocou um grave conflito diplomático entre Damasco e Istambul.

As forças turcas destacaram lançadores de mísseis e baterias antiaéreas após a derrubada de seu caça pelo exercito sírio. O clima de tensão está em níveis elevados entre Turquia e Síria depois do incidente com o F-4, que fez o primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, prometer ‘tratar como ameaça’ qualquer elemento militar sírio que se aproximar da fronteira. EFE