Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Rússia diz que acordo do Reino Unido com Ucrânia é ‘declaração de guerra’

Comentários surgem no mesmo dia de visita do primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, a Kiev

Por Da Redação Atualizado em 7 Maio 2024, 16h25 - Publicado em 12 jan 2024, 16h58

O ex-presidente russo Dmitry Medvedev, agora vice-presidente do Conselho de Segurança do país, disse nesta sexta-feira, 12, que Moscou consideraria qualquer ajuda militar do Reino Unido à Ucrânia como uma declaração de guerra. 

“Espero que os nossos eternos inimigos – os arrogantes britânicos – compreendam que enviar um contingente militar oficial para a Ucrânia seria uma declaração de guerra contra o nosso país”, bradou Medvedev em sua conta no aplicativo de mensagens Telegram.

Os comentários do importante aliado do presidente da Rússia, Vladimir Putin, surgem no mesmo dia de uma visita do primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, a Kiev para anunciar um novo acordo militar com os ucranianos.

+ Cessar-fogo só beneficiaria a Rússia, diz Zelensky

Medvedev questionou ainda como o povo britânico reagiria caso a delegação de Sunak fosse atacada por munições cluster no centro da capital da Ucrânia, algo que teria acontecido recentemente com civis russos na cidade de Belgorod, ao sul. O ex-presidente russo é reconhecido por expressar o que há de mais radical entre os componentes do Kremlin.

Continua após a publicidade

O acordo

O acordo que despertou a ira da autoridade russa foi assinado nesta sexta-feira pelo chefe do Parlamento britânico e pelo presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky. No documento, o Reino Unido se compromete a aumentar o financiamento militar, o que permitiria a compra de novos drones de combate ao parceiro em guerra.

Zelensky não poupou adjetivos ao falar do tratado, e o definiu como um “acordo de segurança sem precedentes”. Segundo ele, a medida permanecerá em vigor até a Ucrânia aderir à Otan, a principal aliança militar ocidental.

“Estou satisfeito por termos concluído o primeiro acordo com o Reino Unido. Esta é a base para trabalhar com outros parceiros”, disse o líder ucraniano.

Há quase dois anos em combate com os russos, Zelensky disse ainda que acredita numa parceria mais ampla com os britânicos, com mais acordos para o setor, caso seja necessário.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.