Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rússia confirma retaliação e expulsa 23 diplomatas do Reino Unido

A crise entre os dois governos foi agravada após o envenenamento de um ex-espião russo no Reino Unido

Como prometido, o governo russo anunciou neste sábado a expulsão de 23 diplomatas britânicos e ameaçou tomar novas medidas em retaliação a crescente disputa diplomática iniciada entre os dois países após o envenenamento de um ex-espião russo no Reino Unido. Os diplomatas tem uma semana para deixar o país.

Em comunicado, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia também informou o fechamento do British Council, uma organização governamental para cooperação cultural e científica e o fim de um acordo para reabrir o Consulado Britânico em São Petersburgo.

O anúncio segue a decisão do governo britânico, que nesta semana expulsou 23 diplomatas russos do país alegando que a Rússia não estava cooperando nas investigações do ataque em 4 de março com um agente químico contra o ex-espião Sergei Skripal e sua filha Yulia. Os dois permanecem internados em estado grave.

O secretário de Relações Exteriores do Reino Unido acusa o presidente russo Vladimir Putin de ter ordenado pessoalmente o envenenamento de Skripals.

No pronunciamento, o governo russo diz que poderá anunciar novas medidas caso os britânicos decidam tomar novos movimentos “hostil” contra a Rússia. O embaixador britânico Laurie Bristow foi chamado ao Ministério de Relações Exteriores nesta manhã para ser informado sobre as medidas. Fonte: Associated Press.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Dizem que a cada 100 anos ocorre uma tragédia humanitária… Será que vou ter que esperar até 2039!?!?!? Afinal, 2014 já passou e com esses bos*** que estão no poder nas principais nações (e um porquinho gordo numa subnação beligerante, financiado por potências mundiais), tá demorando demais…

    Curtir

  2. Democrata Cristão (Liberdade de Expressão é meu direito CF 88 art 5 e art 220)

    A Cortina de Ferro caiu mas Lubianka está mais viva do que nunca.

    Curtir