Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Rússia censura imprensa e proíbe expressões como ‘guerra’ e ‘invasão’

Órgão regulador de comunicações faz ameaças a veículos independentes do país em tentativa de controlar a narrativa sobre o conflito na Ucrânia

Por Da Redação Atualizado em 26 fev 2022, 11h01 - Publicado em 26 fev 2022, 10h29

O governo russo está ampliando a censura a veículos de imprensa locais. Expressões como “ataque”, “invasão” e “guerra” em notícias que comentem o conflito na Ucrânia estão proibidas. De acordo com o Roskomnadzor, a agência reguladora de comunicações do governo russo, o termo aprovado é “operação militar especial em Donbass”.

Em um comunicado oficial, o órgão acusa o canal de televisão Dozhd, o jornal Novaya Gazeta, principal publicação independente da Rússia, editada pelo vencedor do Nobel da Paz Dmitry Muratov, e outros veículos de publicar “informações falsas, socialmente significativas e não confiáveis”. A punição para quem descumprir a ordem é o bloqueio imediato e uma multa que pode chegar a cinco milhões de rublos, valor equivalente a 60 mil dólares.

Ainda segundo o Roskomnadzor, as únicas informações confiáveis podem ser encontradas nos canais oficiais de comunicação do governo russo. Nenhuma informação foi dada sobre o número de soldados da Rússia mortos no ataque a Kiev. Do outro lado, a imprensa ucraniana afirma ter causado baixas pesadas ao exército invasor durante a ofensiva contra capital.

Putin tem apertado o cerco contra as comunicações. Além da ameaça feita aos veículos independentes, o Roskomnadzor afirmou que estabeleceria limites ao Facebook depois que a rede suspendeu a página da RIA-Novosti, a agência estatal de notícias, acusada de disseminar notícias falsas, e limitou a velocidade de conexão com outras redes sociais. Neste sábado, a plataforma de Mark Zuckerberg ampliou a lista de canais oficias russos suspensos.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)