Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Rússia atinge shopping na Ucrânia com mísseis, deixando ao menos 11 mortos

Autoridades da cidade de Kremenchuk, no centro da Ucrânia, disseram que ao menos 40 pessoas ficaram feridas; mais de 1.000 civis estavam no shopping

Por Da Redação Atualizado em 27 jun 2022, 18h03 - Publicado em 27 jun 2022, 12h28

Um ataque com mísseis atingiu um shopping center lotado em Kremenchuk, uma cidade no centro da Ucrânia às margens do rio Dniprp, nesta segunda-feira, 27.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse que mais de 1.000 civis estavam no shopping no momento do ataque, onde um incêndio continua.

A agência de notícias Reuters relatou que o presidente não deu detalhes das vítimas, mas declarou que “é impossível imaginar o número de vítimas”. Ele acrescentou em uma mensagem no Telegram que “é inútil esperar decência e humanidade da Rússia”.

Inicialmente o vice-chefe do Gabinete do Presidente da Ucrânia, Kyrylo Tymoshenko, informou que pelo menos duas pessoas foram declaradas mortas e 20 ficaram feridas após o ataque aéreo no shopping. Dessas 20 pessoas, nove estavam em estado grave.

Depois, Dmytro Lunin, chefe da administração militar da região de Poltava, revisou o número de mortos no ataque aéreo para 11 mortos e 40 feridos.

O prefeito da cidade, Vitaliy Meletskiy, também disse que o ataque causou mortos e feridos, mas não deu números.

Continua após a publicidade

Kremenchuk, uma cidade industrial de 217.000 habitantes antes da invasão da Ucrânia pela Rússia, abriga a maior refinaria de petróleo do país.

Oliver Carroll, correspondente da revista The Economist, relata “cenas de horror”, citando um homem falando ao telefone que disse que havia pessoas no prédio e que as paredes estavam começando a cair.

Imagens que circulam nas redes sociais mostram incêndios e fumaça saindo de todo o shopping, com caminhões de bombeiros estacionados nas proximidades. O vídeo aparentemente foi divulgado por Zelensky, mas ainda não foi verificado de forma independente.

Não houve comentários imediatos da Rússia, que nega atacar civis deliberadamente.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)