Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Ronaldinho Gaúcho é citado em escândalo de Berlusconi

Modelo envolvida com primeiro-ministro pediu o retorno do jogador ao Milan

Por Da Redação 10 fev 2011, 05h46

As investigações do processo movido pela Procuradoria de Nápoles contra o primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi envolvem até o jogador de futebol brasileiro Ronaldinho Gaúcho.

Apontada como habituê nas festas de Berlusconi, a modelo Sara Tommasi chantageava o primeiro-ministro, pedindo o retorno de Ronaldinho Gaúcho ao Milan.
Apontada como habituê nas festas de Berlusconi, a modelo Sara Tommasi chantageava o primeiro-ministro, pedindo o retorno de Ronaldinho Gaúcho ao Milan. VEJA

A modelo Sara Tommasi, suspeita de participar das festas promovidas por Berlusconi, enviou 16 mensagens de texto por celular ao primeiro-ministro entre dezembro e janeiro do ano passado. Em algumas delas, a voluptosa modelo chantageava Berlusconi, exigindo o retorno do meio-campista pentacampeão do mundo ao time do Milan. A imprensa italiana dá como certo o envolvimento de Sara com Ronaldinho na época em que o craque defendia o time de Milão.

“Recoloca agora Ron no meu time ou te excluo de Obama e dos grandes do mundo e da política internacional”, dizia uma das mensagens. “Tu também faz festinha. Dinho deve voltar!”, escreveu Sara em outro recado ao primeiro-ministro italiano.

A Procuradoria de Nápoles investiga a existência de uma rede de prostituição de menores nas lendárias festas dadas nas mansões de Berlusconi. Durante as investigações, a Justiça do país descobriu a participação da brasileira Iris Bernardi, hoje com 19 anos, em uma das festinhas, batizadas de bunga-bunga pela imprensa italiana.

Berlusconi, de 74 anos, já se complicou com a imprensa várias vezes no passado por causa de mulheres. E a pressão sobre o premiê aumentou desde que os jornais trouxeram notícias, em novembro, sobre a adolescente que frequentava as festas promovidas por ele. Até hoje, a prostituta marroquina Karima El Mahroug, conhecida como Ruby, era a única menor de idade cuja presença nas festas havia sido comprovada.

As lutas de Berlusconi
As lutas de Berlusconi VEJA
Continua após a publicidade
Publicidade