Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Romney quer vetar projeto para legalizar imigrantes ilegais nos EUA, diz TV

Por Da Redação 1 jan 2012, 18h59

Washington, 1 jan (EFE).- O pré-candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos Mitt Romney disse que vetará o projeto ‘Dream Act’, para a legalização de estudantes imigrantes ilegais, se chegar à Casa Branca, informou a ‘Fox News’ neste domingo.

O ex-governador de Massachusetts, favorito na disputa, expressou em várias ocasiões sua oposição à medida, mas até agora nunca tinha dito que a vetaria. Romney afirmou, no entanto, que apoiaria a cláusula da lei que permite que os imigrantes que serviram nas Forças Armadas alcancem residência permanente no país.

O Dream Act, apoiado pelo Governo de Barack Obama, autorizaria a legalização de estudantes imigrantes ilegais que chegaram aos EUA antes dos 16 anos, tenham cinco anos de moradia no país, completem dois anos de universidade ou se inscrevam nas Forças Armadas, entre outros requisitos.

O Senado bloqueou a medida em dezembro de 2010 e os democratas voltaram a apresentá-la em maio de 2011, mas por enquanto não conseguiram avançar.

Em geral, os republicanos consideram que o Dream Act é uma ‘anistia’ desmerecida para aqueles que entram ilegalmente no país, embora sejam estudantes que foram trazidos ainda pequenos por seus pais.

Dado o peso da população hispana em estados como Flórida, Nevada e Colorado, espera-se que a imigração seja uma questão chave nas eleições deste ano, previstas para novembro e nas quais Obama buscará a reeleição.

Romney liderou no sábado uma das enquetes mais importantes em Iowa, elaborada pelo jornal local ‘Des Moines Register’, com 24% de apoio dos eleitores do estado, seguido pelo congressista Ron Paul, com 22%, e do ex-senador Rick Santorum, com 15%. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade