Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Romney irrita palestinos: ‘Jerusalém é a capital de Israel’

Premiê israelense Benjamin Netanyahu agradeceu 'fortes palavras de apoio'

O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Mitt Romney, chamou Jerusalém de “capital de Israel” durante um discurso neste domingo e foi alvo de críticas dos palestinos, que também reivindicam a cidade como capital de um possível futuro estado da Palestina.

Em visita a Israel, Romney fala da ‘ameaça’ iraniana

“Estou muito emocionado de estar em Jerusalém, a capital de Israel”, disse Romney em frente à Fundação Jerusalém e ao lado do prefeito israelense da cidade, Nir Barkat. O negociador palestino Saeb Erakat reagiu imediatamente: “As declarações de Romney são prejudiciais para os interesses americanos na região, para a paz, para a segurança e a estabilidade. São inaceitáveis e rejeitamos completamente”, afirmou.

“Romney recompensa a ocupação (israelense), as colônias, o extremismo na região com estas declarações”, acrescentou Erakat, que ainda sustentou a possibilidade do uso compartilhado da cidade como capital israelense e palestina. “Jerusalém oriental está ocupada e a solução dos dois estados apoiada pelo mundo inteiro, inclusive pelos Estados Unidos e pela maioria do povo israelense, é Jerusalém oriental como capital da Palestina e Jerusalém ocidental como capital de Israel”, defendeu.

Apoio – O premiê israelense, Benjamin Netanyahu, cumprimentou Romney durante um jantar em homenagem ao candidado republicano, que vai enfrentar o presidente Barack Obama nas eleições presidenciais de novembro. “Quero agradecer pelas fortes palavras de apoio e amizade com Israel e para Jerusalém que escutamos hoje”, destacou um comunicado do gabinete do primeiro-ministro. “Como disse, Jerusalém é a capital de Israel e Jerusalém será sempre a capital de Israel”, acrescentou Netanyahu.

Em 2008, Barack Obama, na época candidato à presidência, também chamou Jerusalém de “capital de Israel”, durante uma visita a cidade. “Eu não mudei minha posição. Continuo a dizer que Jerusalém é a capital de Israel. Já disse isso antes e repito. Mas também disse que esta é uma questão que está relacionada com o estatuto final” do acordo de paz israelense-palestino, declarou Obama na época.

Ocupação – Israel conquistou Jerusalém oriental durante a Guerra dos Seis Dias, em junho de 1967, e depois anexou esta parte da cidade, onde construiu dezenas de bairros de colonização onde moram mais de 200.000 israelenses.

Os Estados Unidos não reconhecem oficialmente Jerusalém como capital de Israel. Sua embaixada, como as de praticamente todos os países representados em Israel, está em Tel Aviv. Periodicamente, os americanos levantam a possibilidade de transferir a embaixada de Tel Aviv para Jerusalém.

(Com agência France-Presse)