Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Revistas são multadas por publicar fotos da primeira-dama

Valérie Trierweiler foi flagrada de biquíni durante as férias com o marido

Três revistas francesas foram multadas por publicarem fotos da primeira-dama Valérie Trierweiler usando biquíni. As revistas Voici e Closer deverão pagar 1.500 euros, enquanto a Public foi condenada a pagar 1.000 euros.

A decisão judicial considerou que a mulher do presidente François Hollande não consentiu com as imagens, mas ponderou que ela “nem sempre se mostrou discreta em sua vida privada”.

Os valores estabelecidos para as multas ficaram bem abaixo do reivindicado por Valérie, que havia pedido mais de 20.000 euros por danos morais.

Saiba mais: França troca primeira-dama ‘maltês’ por jornalista ‘rottweiler’

Há um mês e meio, outra revista, a VSD, foi condenada a pagar multa de 2.000 euros pela publicação de fotos similares, tiradas durante as férias do casal presidencial na residência oficial de Fort de Brégançon, no sul da França.

Ricardo Setti: Valérie Trierweiler: madame primeira-dama da França quebra o barraco

A revista Paris Match, que também publicou fotos de Valérie na praia, não foi processada. A primeira-dama é jornalista e trabalha para a revista, mas seus advogados negaram que o fato de não processar a revista esteja relacionado com o vínculo de trabalho. As outras publicações teriam sido processadas porque publicaram as fotos na capa.

Leia também:

Primeira-dama francesa recusa título de primeira-dama

‘Intelectual barraqueira’ escancara vida íntima de presidente francês

Princesa – Recentemente, a publicação de fotos da duquesa de Cambridge, Kate Middleton, de topless na Provença causou sensação. O casal real processou a revista Closer, a primeira a divulgar as fotos, e a Justiça francesa ordenou que a publicação entregasse à família real os arquivos com as fotos.

Leia mais:

Os escândalos da nova geração da família real britânica