Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Retirada do Afeganistão custará R$ 10 bi aos americanos

Cerca de 68.000 militares dos Estados Unidos ainda estão no país asiático

Retirar as tropas americanas do Afeganistão, onde ainda estão presentes 68.000 soldados americanos, custará entre 5 bilhões e 6 bilhões de dólares (mais de 10 bilhões de reais), afirmou neste domingo o general Steven Shapiro, responsável pela repatriação dos militares dos Estados Unidos. “A retirada do Afeganistão é um dos maiores desafios da história das operações de transporte militar em termos de escala e complexidade”, disse ele.

Leia também:

Leia também: Otan transfere controle total de prisão para governo afegão

Cerca de 100.000 contêineres e 25.000 veículos militares americanos ainda se encontram no Afeganistão. A maior parte deve sair do país antes do fim de 2014, data limite para a retirada das tropas e do material da Otan do local. O custo das operações de retirada, desde seu início, em 2012, vem sendo constantemente reavaliado. Em janeiro de 2012, um oficial americano de alto escalão havia estimado que o valor dos equipamentos de seu país no Afeganistão chegava a “mais de 30 bilhões de dólares”.

Leia também:

Leia também: No Afeganistão, terroristas invadem quartel e matam 5 policiais

Segundo um estudo publicado na última quinta-feira, as guerras do Iraque e do Afeganistão custarão juntas aos EUA entre 4 trilhões e 6 trilhões de dólares a longo prazo. A professora da Universidade de Harvard Linda Bilmes somou o custo das pensões e gastos de saúde para 2,5 milhões de veteranos de guerra e os juros das dívidas contraídas para financiar as mobilizações militares. Bilmes, ex-funcionária da administração do presidente Bill Clinton, estimou que os EUA já gastaram 2 trilhões de dólares nas duas guerras iniciadas por George W. Bush.

(Com agência France-Presse)