Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Republicanos barram nova rodada de sanções ao Irã

Manobra evidencia partidarismo acirrado com a proximidade das eleições

Senadores republicanos barraram a lei que previa novas sanções econômicas ao setor petrolífero do Irã, divulgou nesta quinta-feira a agência de notícias Reuters. Os parlamentares afirmaram que precisam de mais tempo para estudar o projeto. A manobra surpreendeu e irritou os democratas, interessados em aprovar a lei antes da discussão sobre a questão nuclear na semana que vem.

“Sinto que fui feito de idiota”, disse o líder democrata Harry Reid depois de os republicanos afirmarem que não podem aprovar a lei imediatamente.

O líder republicano no senado, Mitch McConnell, afirmou que sua equipe só recebeu o projeto da lei na noite de quarta-feira, e precisava de mais tempo para se certificar de que ela seja o mais dura possível. “Não acho que haja nada para se sentir ofendido”, ele disse a Reid no senado. “Porque não voltamos ao trabalho – de trabalhar nossas diferenças – e aprovamos a resolução?”

Eleições – As sanções contra o Irã são politicamente populares e contam com o apoio de ambos os partidos. O atraso na aprovação do texto, segundo a Reuters, é um dos diversos exemplos das manobras partidárias que vem paralisando o trabalho no congresso, reflexo das eleições presidenciais e legislativas em novembro. Senadores republicanos e democratas afirmam que ainda esperam que a lei seja aprovada, mas não estabeleceram um prazo para a aprovação.