Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Republicano Rick Perry tentará novamente a Presidência dos EUA

Ex-governador do Texas por 14 anos, o político conservador de 65 anos conta com sua experiência no Executivo para desbancar os outros, até agora, nove concorrentes

O número de candidatos para as primárias republicanas continua se ampliando: o conservador Rick Perry, ex-governador do Texas, anunciou nesta quinta-feira que tentará novamente alcançar a candidatura presidencial de seu partido para a eleição de 2016. Perry, de 65 anos, lançou sua campanha por meio de um vídeo em seu site na internet, no qual promete “fazer o que for necessário, sem se importar com os riscos ou as consequências”.

Em 2012 Perry já havia sido candidato, mas abandonou a campanha após deslizes cometidos durante debates televisivos com rivais de seu partido. Seu site destaca o número de empregos criados e lembra várias reduções de impostos no Texas durante o mandato de Perry neste Estado do sul do país. Segundo a imprensa americana, o candidato planeja pronunciar seu primeiro discurso de campanha ainda nesta quinta-feira. Perry planeja propagandear sua longa experiência à frente de um cargo executivo – ele foi governador do Texas por 14 anos – para bater os demais pré-candidatos republicanos.

Leia também

Ex-governador de Rhode Island entra na disputa das primárias democratas

Obama já é mais impopular que Bush, diz pesquisa da CNN

Em dois meses, Hillary despenca e está empatada tecnicamente com Bush

Agora com Perry, já são dez os pré-candidatos republicanos e outros seis devem anunciar em breve o desejo de também concorrer à indicação do partido. No campo democrata são quatro candidatos até o momento, e a ex-primeira-dama e ex-chefe da diplomacia americana Hillary Clinton é a grande favorita.

Outro Bush – Apontado como o mais forte candidato para desbancar Hillary, o ex-governador da Flórida Jeb Bush irá anunciar oficialmente sua pré-candidatura à presidência dos Estados Unidos no próximo dia 15, em Miami. O republicano é irmão de George W. Bush e filho de George Bush, dois ex-presidentes americanos. Bush escolheu o Miami-Dade College, a maior e mais plural universidade comunitária no país, como o local para anunciar seus planos para a Casa Branca. A escolha reflete seu foco de longa data na educação e sua ligação com a comunidade multicultural que habita a Flórida.

A militância do Partido Democrata prestaram queixas na Comissão Eleitoral Federal, em abril, argumentando que Bush vinha se comportado como um candidato nos últimos meses para levantar dinheiro, viajando pelo país e realizando a contratação de equipe de campanha. Bush insistiu que ele não tinha ainda tomando uma decisão e que estava seguindo a lei e a Comissão Eleitoral julgou o comportamento de Jeb Bush como “adequado”.

(Da redação)