Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Repressão síria alcança fronteira com o Líbano e 6 morrem

Uma das vítimas fatais era criança; ao menos outras 60 pessoas ficaram feridas

Por Da Redação 29 ago 2011, 13h33

Seis pessoas morreram por disparos das forças de segurança sírias nesta segunda-feira, dia em que foi lançada uma operação militar em uma localidade próxima à fronteira com o Líbano, anunciaram militantes.

Entenda o caso

  1. • Na onda da Primavera Árabe, que teve início na Tunísia, sírios saíram às ruas em 15 de março para protestar contra o regime de Bashar Assad, no poder há 11 anos.
  2. • Desde então, os rebeldes sofrem violenta repressão pelas forças de segurança do ditador, que já mataram mais de 2.000 pessoas no país, de acordo com a ONU.
  3. • Tentando escapar dos confrontos, milhares de sírios cruzaram a fronteira e foram buscar refúgio na vizinha Turquia.

Leia mais no Tema ‘Revoltas no Mundo Islâmico’

Segundo Rami Abdel Rahman, presidente do Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), cinco pessoas morreram em Sarmin, pequena cidade próxima de Edleb (noroeste), entre elas uma criança, e 60 ficaram feridas. Outro homem morto em Qara, perto de Damasco, pelas mãos das forças de segurança sírias que revistavam sua casa, de acordo com um comunicado do Comitê de Coordenação, que promove a contestação na Síria.

Vários tanques, caminhões de transporte de tropas e outros veículos militares entraram nesta segunda-feira na localidade síria de Hit, a dois quilômetros da fronteira norte do Líbano, indicou o OSDH. “Disparos de forte intensidade são ouvidos desde a manhã nesta região”, afirmou Rami Abdel Rahman, ativista do OSDH baseado na Grã-Bretanha.

A repressão contraria promessas do ditador. No dia 17 de agosto, Bashar Assad havia afirmado ao secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, que as operações militares contra os opositores “haviam cessado”.

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)