Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Relíquia de São Clemente é encontrada por empresa coletora de lixo

Relicário de vidro vermelho e dourado, com as inscrições do quarto papa, continha fragmento de osso; religioso instituiu a crisma para os católicos

Uma empresa coletora de lixo do Reino Unido encontrou uma possível relíquia de São Clemente, o papa Clemente 1º, falecido no ano 99, informou nesta quarta-feira (2) o jornal The Times.

Trata-se de um relicário de vidro vermelho e dourado, fechado com cera e com a inscrição “EX.OSS S.CLEMENTIS P.M.”. Dentro havia um fragmento de osso.

O proprietário da empresa Enviro Waste, James Rubin, descobriu a peça no depósito da firma. Relatou ter pensado: “O que é isso? O que eu faço com isso?”. Em uma pesquisa na internet, deu-se conta de que era uma suposta relíquia religiosa e que, portanto, precisava voltar ao seu dono, fosse ele um museu ou uma igreja.

“Você pode imaginar a nossa surpresa quando percebemos que nossos funcionários encontraram um osso que pertenceu a um papa. Não é uma coisa comum”, afirmou ele.

Diarmaid MacCulloch, professor de História Religiosa da Universidade de Oxford, explicou ao jornal que muitas relíquias se perderam no século XVI. A peça encontrada por Rubin poderia ser, na verdade, “uma lembrança da era napoleônica” que algum turista levou para Londres. De acordo com o especialista, o relicário é sim “muito antigo” e poderia ter pertencido a algum cristão entre “os séculos II e VI”, mas não é possível determinar de quem foi.

São Clemente, conhecido também como também conhecido como Clemente de Roma ou Clemente Romano, recebeu o batismo do próprio São Pedro e foi o quarto papa da Igreja Católica entre 88 e 97. Criou uma estrutura hierárquica para a religião nascente, introduziu a confirmação (crisma) e, assim como São Paulo, escreveu cartas para a comunidade de Corinto.  Continua a ser venerado pelas Igrejas Católicas de Roma e Ortodoxa.

(Com EFE)