Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Relatório revela ‘pó branco’ no quarto onde morreu Whitney Houston

Los Angeles (EUA), 4 abr (EFE).- O relatório final da autópsia da cantora Whitney Houston, publicado nesta quarta-feira, revelou a presença de um ‘pó branco’ no quarto de hotel onde seu corpo foi encontrado.

A cantora morreu afogada no dia 11 de fevereiro na banheira de sua suíte no hotel Beverly Hilton, em Los Angeles, informou o escritório legista da cidade no dia 22 de março.

Parte do relatório descartou qualquer indício de assassinato e apontou que problemas cardíacos e um recente consumo de cocaína contribuíram para sua morte.

O documento final assegura que a Polícia encontrou no quarto uma colher com pó branco, um pequeno pedaço de papel enrolado e um pequeno espelho com restos de uma substância branca.

O relatório não identifica o pó branco como cocaína, apesar de a análise toxicológica ter revelado a presença de restos da substância no corpo da cantora.

O documento sustenta que a Polícia também achou ‘uma infinidade de remédios’ no quarto do hotel e explica que a cantora se queixava de um dor de garganta no dia de sua morte, pelo que seus assistentes a aconselharam a tomar um banho antes de comparecer à festa do Grammy, na qual iria cantar.

A agente da artista a deixou a sós e quando retornou ao quarto encontrou Whitney submersa na banheira.

As análises toxicológicas encontraram restos de cocaína e metabólitos, substâncias que ficam no organismo após a decomposição de remédios, assim como de maconha, valium, miosan e benadryl, apesar de essas substâncias não terem sido um fator determinante para a morte da cantora. EFE