Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Reino Unido tem alerta vermelho por tempestade de neve

Inglaterra e País de Gales se preparam para receber o fenômeno Emma, responsável por nevascas e ventos fortes

Um alerta vermelho foi emitido devido à chegada da tempestade Emma, que promete trazer ainda mais frio para os países do Reino Unido. A tempestade é resultado da “Fera do Leste”, com temperaturas gélidas vindas da Sibéria e que tem congelado grande parte da Europa.

Esse é o terceiro dia de caos nas estradas inglesas devido ao frio e, com a chegada da tempestade, o alerta para mais interrupções já foi emitido. Irlanda do Norte e Escócia devem sentir em algumas regiões os efeitos da nevasca e também estão em alerta vermelho, que representa o potencial risco de vida à população.

Algumas mortes já foram registradas tanto pelo frio quanto em acidentes de carro causados por problemas nas estradas. Na Escócia, 300 pessoas ficaram presas dentro do carro em uma rodovia, algumas delas por 20 horas.

A neve tem afetado os transportes públicos da região e muitos aeroportos estão com voos atrasados. Alguns terminais estão fechados. Cerca de 300 voos já foram cancelados em Londres, informou o serviço internacional Flightradar24. A empresa de gás, National Grid, anunciou que pode não ter gás o suficiente para todo mundo.

Fera do Leste

O clima gélido com temperaturas abaixo dos 20 graus Celsius que atinge a Europa nesta semana já deixou ao menos 38 mortos. O maior número de vítimas foi registrado na Hungria, onde 21 pessoas morreram entre domingo e quarta-feira, informou nesta quinta-feira a ONG Fórum Social Húngaro.

“A maioria das vítimas eram pessoas doentes e idosas, assim como gente que vive na miséria”, indicou a ONG, que detalhou que a maior parte delas morreu dentro de casa por falta de calefação.

Na República Tcheca, oito pessoas morreram nos últimos dias por causa do frio, cinco delas somente nesta quarta-feira, informaram hoje veículos da imprensa tcheca. As temperaturas mais baixas do país foram registradas nos Montes Metalíferos, no noroeste do país, onde o termômetro chegou a -25,2 graus.

Quatro pessoas morreram na Eslováquia, enquanto na Romênia foram contabilizadas outras duas mortes por causa do frio. O mal tempo obrigou as autoridades romenas a tomarem medidas como o fechamento das escolas na capital Bucareste e em outras cidades.

Na Sérvia, duas pessoas morreram de hipotermia devido às temperaturas de 24 graus abaixo de zero. Dois homens, de 49 e 75 anos, respectivamente, foram encontrados mortos em diferentes pontos do leste do país.

De acordo com as últimas previsões, a temperatura deve começar a subir a partir do fim de semana.

(Com EFE)