Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Rei da Jordânia demite gabinete e nomeia novo primeiro-ministro

Marouf al-Bakhit é o nome escolhido como premiê; país é o terceiro a registrar mudanças após manifestações

Por Da Redação 1 fev 2011, 11h38

O rei Abdullah II, da Jordânia, demitiu seu gabinete e nomeou um novo primeiro-ministro. Marouf al-Bakhit foi escolhido para substituir Samir Rifai, contra quem milhares de jordanianos manifestaram-se na última semana, pedindo a renúncia.

A informação foi dada através de um comunicado do Palácio Real da Jordânia nesta terça-feira. Conforme o documento, o rei Abdullah II incumbiu um ex-general do Exército de formar um novo governo em meio a protestos populares.

Os jordanianos culpam Rifai pelos aumentos nos preços dos combustíveis e alimentos e pela demora nas reformas políticas. Segundo o comunicado, Rifai renunciou. Os protestos populares da Jordânia são inspirados na “Revolução do Jasmim”, que derrubou o presidente da Tunísia, Zine El Abidine Ben Ali, em janeiro, e nos levantes que ocorrem há uma semana no Egito. No Iêmen também foram registradas manifestações.

Publicidade