Clique e assine a partir de 9,90/mês

Rei da Arábia Saudita destitui chefe da Polícia da Moral

Por Da Redação - 13 jan 2012, 17h03

Cairo, 13 jan (EFE).- O rei saudita, Abdallah bin Abdul Aziz, destituiu nesta sexta-feira o chefe da Polícia da Moral, o sheik Abdelaziz bin Humaid al Humain, sem dar os motivos da decisão, informou a agência de notícias oficial saudita ‘SPA’.

A agência assinalou que o substituto de Humain será Abdelatif bin Abdelaziz, que terá o posto de ministro.

A Polícia da Moral fiscaliza o cumprimento dos códigos islâmicos que prevalecem no reino. Alguns são controversos, como os sobre vestimentas e costumes, e algumas decisões adotadas repercutem no exterior.

Uma das ações mais polêmicas foi aconteceu 2002, quando 15 meninas morreram e 50 ficaram feridas num incêndio em um colégio na cidade de Meca. Segundo testemunhas, os agentes da polícia religiosa dificultaram o resgate porque muitas das menores não usavam véu, algo que as autoridades negaram.

A Arábia Saudita segue o rito wahhabista do Islã, que parte de uma interpretação rigorosa do alcorão, o livro sagrado islâmico revelado ao profeta Maomé. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade