Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Regime sírio liberta 552 presos por participação em protestos

Por Da Redação 5 jan 2012, 08h05

Damasco, 5 jan (EFE).- O Governo sírio anunciou nesta quinta-feira a libertação de 552 detidos por sua participação nos protestos contra o regime de Bashar al Assad, anunciou a agência oficial de notícias ‘Sana’.

Os libertados não estão envolvidos em ‘atos terroristas sangrentos de assassinatos e explosões’, diz um breve comunicado divulgado por Damasco.

Trata-se do segundo rodízio de detidos colocados em liberdade desde a chegada de uma missão de observadores da Liga Árabe ao país, há dez dias, para constatar o fim da violência e a libertação dos detidos por participar dos protestos.

No dia 28 de dezembro, outras 755 pessoas foram postas em liberdade, todas elas também sem delitos de sangue.

O regime sírio realizou periodicamente libertações de detidos nos protestos, embora, segundo denuncia a oposição síria e ONGs, milhares de pessoas continuam nos calabouços.

De acordo com a Organização das Nações Unidas, mais de 5 mil pessoas morreram pela repressão das forças governamentais desde que começaram os protestos que reivindicam a queda do regime de Bashar al Assad em março. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade