Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Rebeldes sírios tomam posto na fronteira com a Turquia

País vizinho apoia a luta dos insurgentes contra o governo Assad. Em entrevista, general desertor diz que regime cogita o uso de armas químicas

Por Da Redação 19 set 2012, 10h59

Rebeldes sírios assumiram o pleno controle do posto de Tel Abyad, na fronteira com a Turquia, nesta quarta-feira, após combates com forças do governo da Síria durante toda a madrugada, afirmou uma autoridade turca. “Posso confirmar que o posto caiu. Está sob completo controle dos rebeldes”, reiterou a fonte, que não quis se identificar, à agência Reuters.

Entenda o caso

  1. • Na onda da Primavera Árabe, que teve início na Tunísia, sírios saíram às ruas em 15 de março de 2011 para protestar contra o regime de Bashar Assad.
  2. • Desde então, os rebeldes sofrem violenta repressão pelas forças de segurança, que já mataram milhares de pessoas no país.
  3. • A ONU alerta que a situação humanitária é crítica e investiga denúncias de crimes contra a humanidade por parte do regime.

Leia mais no Tema ‘Guerra Civil na Síria’

Rebeldes sírios combateram as forças do governo perto da passagem de fronteira com a Turquia, que tem apoiado o levante contra o contestado presidente Bashar Assad, na terça-feira.

Leia também:

Curdos matam ao menos sete soldados, diz Turquia

Continua após a publicidade

forças insurgentes

Retrato do presidente sírio, Bashar al-Assad queimando durante confrontos entre rebeldes e as tropas sírias no distrito de Salaheddin norte da cidade de Aleppo
Retrato do presidente sírio, Bashar al-Assad queimando durante confrontos entre rebeldes e as tropas sírias no distrito de Salaheddin norte da cidade de Aleppo VEJA

Comemoração – A CNN informou, citando a mídia local, que os rebeldes sírios rasgaram bandeiras do país no local, além de cartazes com o rosto do presidente Bashar Assad, para comemorar a conquista do posto. Eles ainda teriam disparado para o alto e simpatizantes turcos teriam se juntado ao ato.

Saiba mais:

Irmã de Bashar Assad fugiu de Damasco para Dubai, diz TV

armas químicas contra a população como ‘último recurso’

Continua após a publicidade
Publicidade