Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rebeldes sírios afirmam ter matado 250 membros das forças do regime

Cairo, 12 mar (EFE).- O Exército Livre Sírio (ELS) afirmou nesta segunda-feira ter matado 250 membros das forças do regime de Bashar Al Assad na localidade de Rankus, nos arredores de Damasco,

O ‘número dois’ do ELS, o coronel Malek al-Kurdi, explicou à Agência Efe que a operação ocorreu no domingo à noite e que entre as vítimas há agentes dos serviços secretos sírios, da polícia e membros dos ‘shabiha’ (milicianos leais ao regime).

Kurdi afirmou que o confronto foi uma ‘batalha rápida’ e que 70 integrantes do ELS participaram do ataque, divididos em vários grupos, que atuaram tanto dentro da cidade como nos arredores de Rankus, localizada a cerca de 40 quilômetros ao norte de Damasco.

No confronto, os membros do ELS usaram metralhadoras, lança-granadas e artefatos explosivos, explicou por telefone o dirigente do grupo rebelde, que se encontra foragido na Turquia.

O ELS lançou os explosivos num comboio de veículos que transportava as forças governamentais, que tentaram fugir do ataque mas foram interceptados.

Kurdi explicou que o ELS planejou o ataque após receber informações de que o regime se preparava para mandar 600 agentes para Rankus.

As informações coincidem com a descoberta de 45 corpos de mulheres e crianças em Homs, massacre que os rebeldes acusam ter sido realizado pelo regime, e que as autoridades afirmam que foi obra de ‘grupos terroristas’. EFE