Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Rapaz de 20 anos ganha R$ 1,45 bilhão em loteria dos EUA

Shane Missler, morador de um subúrbio de Tampa, na Flórida, tem agora fortuna equivalente à de Taylor Swift

Por Da redação - Atualizado em 13 jan 2018, 22h36 - Publicado em 13 jan 2018, 16h58

Para muitos, os quase 307 milhões de reais da Mega-Sena da virada de 2017 pode ter parecido uma grande bolada, mas o que dizer sobre a possibilidade de ganhar sozinho um prêmio quase cinco vezes maior — cerca de 1,45 bilhão de reais? Pois isso aconteceu com Shane Missler, de apenas 20 anos de idade, segundo informou a Loteria do estado americano da Flórida na última sexta-feira.

O jovem morador de Port Richey, um subúrbio de Tampa, decidiu investir o dinheiro que ganhou com um cartão do tipo “raspadinha” em uma aposta da Mega Millions, um prêmio lotérico disponível em 44 estados americanos, além de Washington e das Ilhas Virgens americanas. Missler realizou a aposta em uma loja de conveniência 7-eleven sem sequer se dar ao trabalho de escolher os números — ele optou pela versão “aposta rápida”, na qual o próprio sistema seleciona aleatoriamente os cinco números principais, mais um número bônus. Para ganhar o valor máximo da loteria, os seis números precisam ser sorteados.

Missler disse ao jornal Tampa Bay Times ter “pressentido” que ele ganharia a aposta. O sorteio foi realizado no último dia 5, mas o americano só apresentou o cartão com os números vencedores à Loteria da Flórida na última sexta-feira.

Shane Missler ganha prêmio em loteria dos EUA
Shane Missler ganha prêmio em loteria dos EUA Facebook/Reprodução

Alguns minutos após descobrir que as dezenas sorteadas –28, 30, 39, 59, 70 e 10– eram as mesmas que estavam em sua aposta, o jovem postou a frase “Oh. My. God” (Ó.Meu.Deus, em português) em sua conta no Facebook. Ele imediatamente ligou para seu irmão para contar a novidade, mas esperou até a manhã seguinte, durante um café, para dar a boa notícia ao pai.

Publicidade

Missler, que até então trabalhava em uma companhia de checagem de dados pessoais para empresas de recrutamento, anunciou sua “aposentadoria” imediata. Em entrevista ao jornal americano, o rapaz afirmou que pretendia cuidar de sua família “mas se divertir um pouco ao longo do caminho e cimentar um caminho para o sucesso financeiro, a fim de poder deixar um legado de longo prazo, no futuro”.

“Se há uma coisa que aprendi nesse meu curto espaço de tempo na Terra é que aqueles que mantêm o pensamento positivo e seguem sendo verdadeiros consigo mesmos são recompensados”, ponderou.

Missler optou por receber o prêmio em uma parcela única equivalente a cerca de 902 milhões de reais — para receber o valor integral da loteria ele precisaria optar por receber parcelas menores ao longo de vários anos. Este é o quarto maior prêmio já sorteado pela Mega Millions em seus quinze anos de existência.

O rapaz disse que pretende usar parte do dinheiro “para fazer algum bem à humanidade”. Em postagem no Twitter na quinta-feira, Missler disse que “o poder do pensamento positivo não pode ser subestimado”, concluindo, no dia seguinte, através da rede social que “isso é apenas o começo”.

Publicidade