Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Rainha Elizabeth II vai receber Joe Biden em Windsor no dia 13

Encontro da monarca, o primeiro desde a morte do príncipe Philip, acontecerá depois da cúpula do G7 na Inglaterra

Por Da Redação Atualizado em 3 jun 2021, 13h16 - Publicado em 3 jun 2021, 12h46

A rainha Elizabeth II, do Reino Unido, vai receber o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, em 13 de junho, após uma cúpula do G7 na Inglaterra, anunciou nesta quinta-feira, 3, o Palácio de Buckingham. A viagem será a primeira do mandatário ao exterior desde que chegou à Casa Branca, em 20 de janeiro.

Aos 95 anos, a monarca se encontrará com o presidente e a primeira-dama Jill Biden no Castelo de Windsor, a cerca de 50 quilômetros de Londres e onde tem vivido desde o início da pandemia de Covid-19. Além de ser um marco na Presidência de Biden, também será o primeiro grande encontro da rainha com um líder desde a morte de seu marido, o príncipe Philip, em abril.

Elizabeth II, que recebeu sua segunda dose da vacina contra a Covid-19 no final de março, tem mantido a maioria de suas reuniões virtualmente, incluindo audiências com embaixadores estrangeiros. Nos últimos anos, por causa da idade, também diminuiu afazeres internacionais.

Durante seu reinado, iniciado em fevereiro de 1952, a monarca se encontrou com todos os presidentes dos Estados Unidos, exceto Lyndon Johnson. O primeiro presidente americano com quem a rainha se reuniu foi Harry Truman, em 1951, embora na época fosse uma princesa, chegando ao trono apenas no ano seguinte.

Biden, por sua vez, já se encontrou com outros membros da família real. Em 2017, junto ao ex-presidente Barack Obama, acompanhou o príncipe Harry em um evento em Toronto, no Canadá. Enquanto vice-presidente durante o governo Obama, em 2015, o atual mandatário americano também se encontrou com o príncipe Charles, herdeiro ao trono britânico, durante evento em Washington.

Continua após a publicidade

70 anos de reinado

O anúncio também foi feito um dia após o Palácio de Buckingham tornar pública a agenda de celebrações para os 70 anos de reinado de Elizabeth II. Em fevereiro, a soberana se tornará o primeiro monarca britânico a atingir o feito e, para junho de 2022, está prevista uma grande mobilização em Londres e em toda a Commonwealth.

Durante quatro dias de feriado nacional, os britânicos podem esperar por “um fim de semana cheio de oportunidades para as comunidades em todo o Reino Unido se reunirem para comemorar este marco histórico”, afirmou a família real em um comunicado. 

Junto a outros membros da realeza, ela viajará em 2022 por todo o país para comemorações, segundo o palácio. Mais de 1.400 soldados, 200 cavalos e 400 músicos desfilarão pelas ruas de Londres, saindo do palácio de Buckingham até a icônica Trafalgar Square, em meio a carruagens históricas do acervo real.

Embora os artistas para um grande show ainda não tenham sido confirmados, o palácio afirmou que pretende reunir “algumas das maiores estrelas do mundo”.

Continua após a publicidade
Publicidade