Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rainha Elizabeth II comemora 90 anos sem perder a disposição: cuida dos cães, dirige e até cavalga

A idade não impede a rainha de manter compromissos oficiais e aproveitar momentos de lazer

Monarca a ocupar mais tempo o trono do Reino Unido, a rainha Elizabeth II chega aos 90 anos nesta quinta-feira com disposição e vitalidade invejáveis. A programação do dia incluiu uma caminhada na companhia do duque de Edimburgo em Windsor para saudar uma multidão de ingleses e turistas que foi às ruas celebrar a data.

Leia também:

Mundialista: Uma rainha quase eterna, como os diamantes

No Twitter, a rainha agradeceu aos britânicos que usavam a hashtag #HappyBirthdayYourMajesty para parabenizá-la pelo aniversário e devolveu a gentileza: “Envio os meus melhores votos àqueles que estão comemorando o aniversário de 90 anos. Nesta data, mando minhas calorosas felicitações”.

As principais celebrações organizadas pelo Palácio de Buckingham ocorrerão de 12 a 15 maio no palácio de Windsor. Haverá apresentações de 1.500 artistas e desfile de 900 cavalos. Todos os 25.000 ingressos disponíveis para participar da festa, vendidos em novembro do ano passado, se esgotaram em poucas horas.

Rainha ativa – Todas as manhãs, a soberana se atualiza com a leitura dos jornais, revisa a correspondência oficial e lê as cartas enviadas pelos súditos. Ela ainda não abre mão de tomar o café da manhã ao lado de seus cães e caminhar nos jardins do Palácio de Buckingham.

Os cães da raça corgi são os preferidos da rainha Elizabeth II. Ela ganhou seu primeiro corgi do pai, o rei George IV, aos 18 anos, e desde então cuida pessoalmente dos animais. Eles a acompanham em passeios pelo palácio, nas limusines reais e até em viagens de avião.

Leia mais:

Os encontros históricos e o papel da rainha no governo britânico

Até hoje, é a própria monarca quem alimenta os cachorros, que são servidos por ordem de idade, contou ao jornal Daily Mail o adestrador Roger Mugford, que trabalhou por anos no Palácio Real. Durante sua vida, ela já teve mais de trinta cães da raça.

Grande frequentadora de corridas de cavalo, a rainha também tem o hábito de cavalgar pelo Palácio de Buckingham e em suas residências de férias no interior da Inglaterra. De acordo com o Daily Mail, uma lesão no joelho reduziu os passeios, mas a rainha ainda pode ser vista em montarias nas dependências reais, na companhia de amigos ou de seus mordomos.

Vídeo: Rainha cavalga com mordomo

Elizabeth II também acompanha a criação de mais de 25 cavalos nos estábulos do palácio, que são preparados para competições.

Quatro rodas – Seu gosto por carros vem da II Guerra Mundial: quando ainda era princesa, Elizabeth serviu no Exército como motorista e mecânica. Mesmo com motoristas à disposição, a chefe da família real britânica ainda dirige sozinha dentro de propriedades privadas e quando vai a compromissos pessoais. Ela é única pessoa no Reino Unido que não precisa ter carteira de habilitação nem placa em seus carros, de acordo com o jornal The Times.

E, como se não bastasse guiar, ela ainda tem pressa ao volante. No ano passado, foi vista dirigindo para ir à igreja e, impaciente com um casal que caminhava com o carrinho de bebê à sua frente, subiu com o carro na grama para desviar, acenando para os dois antes de seguir em frente.

A dança escocesa é outra preferência pessoal. Elizabeth II promove anualmente o Ghillies’ Ball no Castelo de Balmoral, residência particular onde passa o verão. Vizinhos, trabalhadores do castelo e a comunidade local são chamados para dançar no evento. Mesmo à beira dos 90, ela não deixa de dançar com o príncipe Philip.

(Da redação)