Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Pyongyang adverte a Seul que responderá com ataques a exercícios militares

Por Kim Jae-Myung 19 fev 2012, 09h19

O exército norte-coreano advertiu neste domingo que poderá bombardear as ilhas situadas nas proximidades da disputada fronteira com a Coreia do Sul no Mar Amarelo e acusou a Coreia do Sul de planejar exercícios militares na região.

O comando do setor ocidental da Coreia do Norte advertiu aos habitantes das cinco ilhas que devem “evacuar para zonas seguras” antes do que eles dizem ser a hora programada para o início dos exercícios sul-coreanos, na segunda-feira pela manhã.

Pyongyang endureceu sua postura com relação a Seul desde que Kim Jong-Un, o filho do falecido líder Kim Jong-Il, sucedeu seu pai após sua morte em dezembro.

Em uma nota divulgada pela agência de notícias oficial norte-coreana, o exército advertiu que o governo de Seul “não deveria duvidar das lições” do bombardeio por parte da Coreia do Norte na ilha de Yeonpyeong, em novembro de 2010, na qual morreram quatro sul-coreanos.

“Quando os traidores iniciarem a imprudente provocação militar, o exército iniciará de imediato ataques sem perdão como represália”, disseram.

Continua após a publicidade
Publicidade