Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Putin diz que explosão em São Petersburgo foi ataque terrorista

Líder russo afirmou que os agentes de segurança que forem ameaçados por suspeitos de terrorismo devem atirar para matar

O presidente da Rússia Vladimir Putin chamou a explosão em um supermercado de São Petersburgo na última quarta-feira de ataque terrorista. A detonação de uma bomba caseira no guarda-volumes do supermercado deixou 13 pessoas feridas. Nenhum grupo terrorista reivindicou o ataque até o momento.

O líder se pronunciou nesta quinta-feira durante uma cerimônia de premiação no Kremlin para russos que serviram na Síria. “Vocês sabem que ontem, em São Petersburgo, um ato terrorista foi conduzido”, disse. Putin relembrou que mais cedo este mês o serviço de segurança russo impediu um atentado terrorista à catedral de Kazansky graças a informações fornecidas pela agência de espionagem americana CIA.

Ele afirmou que a situação poderia ser pior se milhares de russos que foram lutar ao lado do Estado Islâmico na Síria retornassem para a Rússia. “O que teria acontecido se esses milhares de terroristas retornassem à Rússia treinados, armados e bem preparados?”. E pediu aos agentes de segurança para não colocarem suas vidas em risco enfrentando suspeitos de terrorismo.

“Eu, ontem, ordenei que o diretor do FSB (Serviço Federal de Segurança da Rússia) agisse dentro do âmbito legal ao deter esses bandidos, mas se há uma ameaça à vida e bem-estar de nossos funcionários, ajam decisivamente, não façam nenhum prisioneiro e liquidem os criminosos no local”.

A explosão aconteceu por volta das 18h30 (horário local) no supermercado Perekrestok que, segundo a rede russa RT, costuma ser bastante movimentado nesta época do ano. Uma bomba caseira com capacidade de 200g de TNT detonou no guarda-volumes, deixando 13 pessoas feridas. Segundo a vice-governadora de São Petersburgo, Anna Mityanina, seis pessoas continuam internadas.

Nenhum grupo reivindicou a autoria do ataque. Uma câmera de segurança filmou o momento em que um homem com capuz entrou no supermercado portando uma mochila. Na filmagem, divulgada pela agência russa Fontanka, o suspeito deixa a mochila no guarda-volumes da loja e se retira cerca de trinta minutos antes da explosão.

A polícia está investigando o ataque e informou que todas as hipóteses estão sendo consideradas.

(Com Reuters)